Jerusa de Alencar Viana, de 47 anos, saía de um Jeep Renegade, acompanhada do noivo, quando foi atingida com violência na porta do carro, em avenida 

Uma mulher, de 47 anos, foi morta atropelada, na noite deste sábado (11), na avenida Raja Gabaglia, em Belo Horizonte, quando saída do carro estacionado em frente ao supermercado. O suspeito estava em uma BMW X1, em alta velocidade, e não parou para prestar socorro. 

Jerusa de Alencar Viana era representante comercial, mãe de dois adolescentes e estava acompanhada do noivo, João Marcos Bandeira, de 50 anos. Ambos iriam fazer compras quando foram surpreendidos pelo motorista, que atingiu a vítima ainda saindo com a porta aberta de um Jeep Renegade de cor branca. 

 

Segundo a polícia, duas testemunhas que estavam alguns quarteirões abaixo do local do crime, cerca de 1 km de distância, perceberam a BMW em alta velocidade e fazendo manobras arriscadas, com conversões proibidas. Ambos disseram também que quase foram atropelados pelo veículo.  

Carro estava estacionado no momento do crime

Carro estava estacionado no momento do crime

O corpo da representante comercial está sendo velado no Cemitério Parque Renascer, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. Familiares e amigos da vítima pedem que o responsável pelo crime, seja identificado e preso. 

Por meio de nota, a polícia informou que o caso está sob investigação na DEAV (Delegacia Especializada de Acidente de Veículos)