O diácono Douglas Ribeiro Lima, de 27 anos, que morreu após um acidente entre uma caminhonete e uma carreta na MG-179 na sexta-feira (8), foi sepultado em Monte Belo (MG) na tarde deste domingo (10).

Centenas de pessoas se reuniram na Praça da Matriz da Imaculada Conceição para a despedida. Fiéis e amigos espalharam coroas de flores em homenagem ao diácono. Amigos e familiares participaram de uma missa de corpo presente após o velório.

 
Fiéis fizeram cortejo nas ruas de Monte Belo (MG) antes de enterro de diácono — Foto: Reprodução/EPTVFiéis fizeram cortejo nas ruas de Monte Belo (MG) antes de enterro de diácono — Foto: Reprodução/EPTV
 

A celebração teve a participação de padres de várias cidades do Sul de Minas e do bispo da Diocese de Guaxupé, Dom José Lanza. "Nós estamos percebendo o carinho e o amor que as pessoas, as comunidades tinham para com ele", explicou o bispo.

O irmão gêmeo de Douglas, que estava fora do país quando o acidente aconteceu, também compareceu às homenagens, ao lado da família. "Foi Deus que atrasou um voo no aeroporto e eu consegui pegar esse voo. Consegui chegar em Pouso Alegre, encontrei com meu irmão ainda com vida e pude dar um último adeus", disse Diego Ribeiro Lima.

Após a missa, os fiéis saíram pelas ruas de Monte Belo em um cortejo rumo ao cemitério, onde o diácono foi sepultado. A prefeitura de Monte Belo decretou luto oficial de três dias.

 
Douglas Ribeiro de lima, de 27 anos, morreu em acidente — Foto: ReproduçãoDouglas Ribeiro de lima, de 27 anos, morreu em acidente — Foto: Reprodução
 

História e homenagens

 

Douglas nasceu em São Paulo e foi aos 2 anos para Monte Belo (MG). Ele já havia trabalhado em cidades da região, como Guaxupé e Poços de Caldas (MG). Atualmente, estava na Paróquia Nossa Senhora do Carmo em Paraguaçu (MG).

Ele tinha recebido a ordenação de diácono há 15 dias. A cerimônia de ordenação como padre estava prevista para maio de 2020.

Família e amigos da igreja falaram sobre a vida religiosa de Douglas. "O diácono Douglas era muito comunicativo, carismático, próximo das pessoas, acessível. Sempre tinha a marca registrada dele um sorriso, uma alegria contagiante. Muito sereno, pregava muito bem", contou o diácono e amigo de infância, Luiz Henrique Sebastião da Silva. 

O bispo Dom José Lanza via um futuro importante para Douglas na igreja católica. "Era uma esperança muito grande, tinha um potencial muito grande e com certeza iria nos ajudar muito na evangelização".

O irmão Diego lembrou das virtudes. "O Douglas era uma pessoa maravilhosa, 100% doado pra igreja, pra Deus, já fazia 10 anos que ele estava em processo de se tornar padre, mas Deus quis assim. Ele é uma pessoa sensacional, querido por todos, uma pessoa iluminada".

 

O acidente

 

Douglas Ribeiro Lima estava em uma caminhonete que bateu de frente com uma carreta na MG-179, entre Silvianópolis (MG) e São João da Mata (MG), na sexta-feira. Chovia no momento do acidente e a frente do veículo da vítima ficou destruída.

O diácono foi socorrido e levado ao Hospital Samuel Libânio, em Pouso Alegre (MG), na tarde de sábado, mas não resistiu.

 
Diácono morto em acidente na MG-179 é sepultado em Monte Belo (MG) — Foto: Fernando JesuínoDiácono morto em acidente na MG-179 é sepultado em Monte Belo (MG) — Foto: Fernando Jesuíno