Jovem de 19 anos foi atingido por dois homens em uma moto. Crime foi em Varginha (MG). 

Um servente de pedreiro de 19 anos foi morto a tiros enquanto trabalhava na obra de uma casa na manhã desta quarta-feira (13), em Varginha (MG). O jovem morreu no local.

Segundo a Polícia Militar, Elias de Jesus Silva Evangelista estava na obra, por volta das 7h, quando dois suspeitos chegaram em uma moto. Um deles desceu e começou os disparos.

Elias chegou a correr alguns metros até outra construção, mas caiu ao ser atingido com dois tiros nas costas. Os suspeitos fugiram.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado, mas a equipe constatou a morte do rapaz no local. A perícia da Polícia Civil foi até a cena do crime.

A polícia realizou buscas pelos suspeitos em pelo menos três bairros, mas até a publicação desta reportagem, ninguém havia sido preso.

"Desde o fato, a polícia tem recebido denúncias dos possíveis autores. As equipes estão empenhadas para em breve realizar a prisão. Segundo alguns comentários, ele havia sido ameaçado há um tempo atrás. No entanto, o fato não foi repassado à polícia", explicou o tenente Maycon Neves. 

Crime

A polícia ainda investiga o caso, mas a informação é de que a vítima tinha saído do presídio há menos de um mês. Elias estava preso desde o dia 1º de maio suspeito de ter matado a facadas o jovem Mateus Henrique Ferreira Garcia, de 18 anos.

crime aconteceu durante um show na antiga Estação Ferroviária da cidade, no evento conhecido como Quinta da Boa Música. Imagens de câmera de segurança ajudaram a polícia, na época, a chegar até Elias.

Ele também era suspeito de uma tentativa de homicídio no mesmo evento. Elias tinha ainda passagens na polícia por tráfico de drogas e furto.