Sem treinar com o elenco do Poços de Caldas FC, o goleiro Bruno atuou como atacante em um campeonato amador organizado pela Secretaria de Esportes e Lazer de Varginha (MG), cidade onde cumpre pena em regime semiaberto desde julho.

A partida aconteceu no último sábado (18), e Bruno atuou pelo time do bairro Canaã. A Secretaria de Esportes informou ainda que a inscrição foi feita dentro do prazo, mas que o goleiro não deve atuar na próxima rodada, já que teria um compromisso com o Poços de Caldas FC.

O Vulcão, aliás, como é conhecido o time, se viu envolto em uma polêmica na última semana após a Federação Mineira de Futebol informar que o clube não havia pagado ou chegado a um acordo sobre o pagamento de dívidas e, por isso, não possui o licenciamento para atuar em 2019.

Com isso, o Poços de Caldas não registrou nenhum jogador junto à federação ou à CBF, nem mesmo Bruno, e não poderia realizar sequer amistosos. O jogo de estreia de Bruno com a camisa do Vulcão inclusive está sendo analisado pela FMF e pode gerar uma punição ao clube. 

Contrato com o Poços de Caldas

 

Bruno tem contrato com o Vulcão até janeiro de 2021. No entanto, como ainda cumpre pena, o goleiro não treina com a equipe, que tem sede em Poços de Caldas, cidade a cerca de 160 km de Varginha.

Com isso, Bruno participou até hoje apenas de sua apresentação oficial, que teve perguntas censuradas e até uma equipe de reportagem impedida de atuar, e de um amistoso contra um time amador do Sul de Minas. O goleiro atuou por 45 minutos no segundo tempo e não sofreu gols.

 
Goleiro Bruno Fernandes foi apresentado em Poços de Caldas (MG) — Foto: João Daniel Alves/EPTVGoleiro Bruno Fernandes foi apresentado em Poços de Caldas (MG) — Foto: João Daniel Alves/EPTV