Diversas áreas foram atingidas pelo incêndio que ocorre no país desde setembro de 2018. Número de animais afetados pode chegar a 1 bilhão.

O Governo do Estado de Nova Gales do Sul, na Austrália, está jogando de helicópteros alimentos para que animais sobreviventes do grande incêndio que atinge o país não passem fome. Na última semana, oficias da Operação Rock Wallaby - nome de uma espécie de canguru afetada pelo incêndio - distribuíram cerca de uma tonelada de cenoura e batata doce sobre o habitat de cangurus.

O ministro da Energia e do Meio Ambiente, Matt Kean, divulgou em sua conta pessoal no Twitter, no último sábado (11), algumas fotos da operação. (Veja abaixo)

Em entrevista para a rede de TV americana CNN, Matt Kean disse que o fornecimento de alimentos suplementares é uma das principais estratégias do governo para garantir a sobrevivência e a recuperação de espécies ameaçadas de extinção.

A operação também está monitorando com câmeras a presença de animais nas áreas afetadas. Ainda segundo o ministro, a operação vai continuar até os recursos naturais serem regularizados nas áreas afetadas.

O número total de animais afetados na Austrália pode chegar a 1 bilhão  — Foto: Reprodução / Twitter

Os habitats de várias espécies de animais foram destruídos com o grande incêndio que atinge o país desde setembro de 2018. O número total de animais afetados na Austrália pode chegar a 1 bilhão de indivíduos.

Desde setembro, 27 pessoas morreram na Austrália e milhares foram obrigadas a sair de casa por causa de incêndios imprevisíveis que queimaram mais de 10,3 milhões de hectares - uma área aproximadamente do tamanho da Coreia do Sul.

INCÊNDIOS NA AUSTRÁLIA

Por G1